Serviços

Managed Power Services: uma oportunidade de Edge Computing de alto crescimento para fornecedores de soluções de TI

O mercado de managed services está a crescer a uma CAGR estimada de 12%, enquanto os gastos com Edge Computing devem atingir os 33 mil milhões USD em 2024. Estes mercados cruzam-se e, como tal, criam novas oportunidades para fornecedores de managed services (MSP) e revendedores de valor agregado (VAR) que pretendem adicionar managed services.

Os clientes procuram ajuda enquanto tentam acompanhar as novas implementações e necessidades de gestão da sua infraestrutura de TI distribuída. Os managed power services representam uma área especialmente oportuna de crescimento, isto porque, atualmente, apenas 27% dos MSP estão a oferecer este serviço.

A questão que se impõe é: porque é que este serviço está a ser solicitado? Os clientes, de uma forma geral, não pretendem atribuir os seus próprios recursos para a gestão de energia, especialmente para centros de TI remotos. Ao invés disso pretendem que o seu fornecedor de soluções de TI lhes forneça este serviço.

Com isso em mente, os MSP e os VAR devem ficar atentos às oportunidades de gestão de energia. Por exemplo, um cliente que pretenda reatribuir a equipa de TI a tarefas mais estratégicas, ou uma empresa em modo de expansão de TI para acomodar a transformação digital, pode considerar a gestão remota de UPS monofásicos, bastidores e equipamentos de arrefecimento.

A oportunidade dos managed power services

A gestão de energia é um tremendo valor acrescentado porque dá suporte ao objetivo final de todos os managed services – maximizar o tempo de atividade. É particularmente importante num ambiente de TI distribuído com vários centros de Edge Computing, que normalmente não têm uma equipa de TI on-site.

Do ponto de vista do cliente, os fornecedores de soluções estão a adicionar proteção, garantindo que os sistemas de reserva de energia não falham quando for necessário. Para os fornecedores é uma forma de adicionar receitas recorrentes a longo prazo.

Esta é uma área de alto crescimento porque os clientes, normalmente, não solicitam managed power services. Quando têm conhecimento destes serviços, os clientes ou não sabiam que era uma opção ou simplesmente não tinham pensado neste tema. Gostam da ideia de externalização dos managed power services para que a sua equipa tenha mais tempo.

Normalmente, os clientes focam-se em novas aplicações e recursos, não na infraestrutura que os suporta. Portanto, cabe ao fornecedor divulgar os managed power services.

Potenciais receitas recorrentes

A gestão remota de energia tem um grande potencial de receitas incrementais. De facto, os managed power services podem gerar até 40% do custo inicial de um ativo por ano. Vamos analisar alguns números.

Se fizer a gestão de 100 ativos para clientes de pequenas e médias empresas (PME) ou 200 para clientes corporativos, a 40 USD por ativo, isso soma uma entrada mensal de 4000 USD ou 8000 USD, respetivamente. Se fizer a gestão de um total de 375 ativos, o seu total mensal é de 15 000 USD.

Ao abordar os clientes sobre a gestão de energia, os fornecedores também abrem a porta à venda de outros serviços de TI, como avaliação, implementação e atualização de hardware. Se conseguir demonstrar que a energia não é gerida adequadamente ou que há falta de visibilidade, pode argumentar que outros dispositivos de TI também não estão visíveis ou não são geridos adequadamente.

Se o cliente não estiver a utilizar um MSP ou não estiver a obter um serviço de qualidade porque a energia não é monitorizada, tem a oportunidade de expandir os seus serviços e aumentar os seus resultados financeiros.

O caminho para fornecer Managed Power Services

Os managed power services apresentam uma oportunidade para os MSP e VAR existentes que procuram adotar o modelo de receitas recorrentes. A Schneider Electric e a sua plataforma EcoStruxureTM IT oferecem várias abordagens para fornecer managed power services, juntamente com o suporte total de um programa de formação e benefícios.

A Schneider criou várias ofertas de entrada no mercado para permitir que diga “sim” quando os clientes lhe solicitarem a gestão dos seus dispositivos de energia distribuída. Enquanto parceiro, pode escolher a opção que faz mais sentido para a maturidade do seu negócio atual e o nível de investimento desejado.

Tem a opção de deixar que a Schneider cuide de tudo em seu nome, fazer tudo sozinho ou optar por uma sinergia entre os dois. Pode começar com um modelo e, posteriormente, adaptar-se facilmente a outro modelo se os seus objetivos de negócio mudarem.

As ideias proativas e em tempo real do EcoStruxureTM IT otimizam o desempenho e mitigam os riscos, enquanto a sua conceção aberta oferece acesso e visibilidade.

Por exemplo, os fornecedores podem informar um cliente que a bateria UPS precisa de ser substituída antes que a unidade falhe ou avisar o cliente sobre um maior risco de segurança devido a firmware desatualizado.

Explore as várias opções em detalhe abaixo para escolher uma oferta adequada ao seu negócio – e aceda a um questionário para avaliar a melhor abordagem. Depois de saber qual é a escolha certa para o seu negócio, pode registar-se no Programa Edge Software e Serviços Digitais para começar.

Aceda ao novo guia eletrónico sobre managed power services

Os managed power services são uma oportunidade perfeita para os MSP existentes e aspirantes. Ao satisfazer uma necessidade importante dos clientes, os fornecedores de soluções TI ganham a confiança e a fidelização dos mesmos, consolidando a função de consultor fiável.

Saiba mais sobre a oportunidade dos managed power services e como adicioná-los ao seu negócio acedendo ao nosso novo guia eletrónico, “O guia essencial para o crescimento do seu negócio com managed power services.” Este guia prático orienta os fornecedores de soluções de TI através de um processo fácil e passo a passo sobre como avaliar e adicionar managed power services aos seus negócios.

 


No Responses

Leave a Reply

  • (will not be published)