Vai Uma Ajudinha: o carregamento de veículos elétricos, a regulamentação e tudo o que deve saber

A nova edição da norma internacional para os equipamentos de carregamento de veículos elétricos (EVCE), IEC 61851-1, chegou finalmente à Europa. A partir de 3 de fevereiro de 2022, todos os carregadores de veículos elétricos vendidos na Europa (nos 27 países da União Europeia, e ainda na Islândia, Noruega, Suíça, Macedónia, Sérvia e Turquia) devem estar em conformidade com esta norma.

Tendo em conta estas novidades, convidámos Alexandra Romero, Product Manager de Veículo Elétrico (VE) da Schneider Electric, para nos explicar, neste artigo da série Vai Uma Ajudinha, porque é que esta norma é tão importante e o que ela implica para os clientes.

veículos elétricos

Carregadores ainda mais seguros, inteligentes e fiáveis

Comecemos por explicar porque é que as estações de carregamento de veículos elétricos precisam de estar em conformidade com as normas. Existem inumeros players no ecossistema da mobilidade elétrica (fabricantes de VE e estações de carregamento, operadores de carregamento de VE, operadores de rede, fornecedores de serviços eMobility, condutores de VE, etc.). Para promover sistemas abertos, seguros e escaláveis, é essencial assegurar a interoperabilidade entre todos eles, utilizando protocolos padronizados para a comunicação. Desta forma, os VE podem ser carregados nos períodos mais económicos ou de maior eficiência energética.

Para além disso, é importante destacar que o carregamento de veículos elétricos requer ligação a uma fonte de alimentação potente, mesmo que o veículo esteja num ambiente exterior, durante um período de chuva e seja utilizado por pessoas que não estão conscientes dos riscos da eletricidade. A segurança elétrica é da maior importância para evitar curto-circuitos, sobreaquecimentos ou descargas elétricas.

veículos elétricos

Para tornar o carregamento de veículos elétricos seguro, a Comissão Eletrotécnica Internacional (IEC, na sua sigla em inglês) definiu um conjunto de normas que abrangem dispositivos de protecção e a instalação eléctrica. A norma 61851-1 define os aspetos fundamentais do carregamento de VE e contém todos os requisitos de segurança que cobrem o EVCE, como equipamento. Por conseguinte, o EVCE deve cumprir a norma IEC 61851.

Este cumprimento envolve muitas melhorias nas estações de carregamento de VE, que podem ser agrupadas em três áreas principais:

1. Robustez:

Os carregadores de VE oferecerão agora maior fiabilidade nos ambientes mais adversos, graças às seguintes medidas:

  • Testes de verificação adicionais de acordo com a norma IEC 61439-7, como o grau de proteção, o aumento da temperatura, as distâncias de separação e de fuga, a proteção contra descargas elétricas e a integridade dos circuitos de proteção.
  • Os testes IP para garantir a proteção contra intrusões, pó, contactos acidentais e água são realizados em produtos que sofreram golpes durante o teste de resistência mecânica IK, o que garante produtos mais robustos. A edição 3 afirma que um IK10 (alta resistência) é obrigatório para o acesso não restrito.
  • O contador é testado para dar resposta à corrente de partida gerada pelo veículo elétrico, conforme exigido pela norma de segurança elétrica para VE (ISO17409).

2. Segurança das pessoas:

Os carregadores de VE vão aumentarão a segurança das pessoas, oferecendo proteção contra contactos diretos , indiretos e incêndios, assegurando ao mesmo tempo uma maior continuidade de serviço com um RCD (dispositivo de corrente residual) de 30 mA. Para atingir este nível de proteção, as estações de carregamento devem utilizar um RCD de tipo B ou um RCD de tipo A com RDC-CC 6mA DC. Uma vez que a segurança é a nossa prioridade máxima, na Schneider Electric oferecemos ambas as soluções para as nossas estações de carregamento AC até 22kW.

Para além disto, também vão oferecer proteção contra o acesso a partes vivas perigosas, quer através de contactores com uma separação de contactos de pelo menos 3 mm, quer através de um contactor associado a um MNx (libertação de subtensão) ou de uma tomada T2 com obturador. Os carregadores EVlink da Schneider Electric oferecem as três opções. O iMNx é um relé de mínima tensão, independente da função de tensão da alimentação, que acrescenta um segundo nível de segurança positiva. Em conjunto, o contactor e o MNx proporcionam segurança eléctrica eficiente e redundância total, principalmente quando o RDC-DD está na estação de carregamento.

3. Conectividade avançada:

As estações de carregamento de VE vão melhorar a interoperabilidade com os próprios veículos, utilizando um protocolo de comunicação unidireccional mais preciso, que permitirá opções de gestão da carga, como a limitação dinâmica da potência do carregamento dos VE. A interoperabilidade proporcionará aos utilizadores de VE processos transparentes e eficientes e uma melhor experiência de carregamento.

Na Schneider Electric temos orgulho em dizer que toda a nossa oferta EVlink já está adaptada à nova regulamentação, e vai ainda mais longe, com estações de carregamento VE mais robustas, que minimizam o tempo de paragem e as necessidades de manutenção, com a segurança no seu cerne e preparadas para capacidades futuras graças à digitalização. Para além disso, lançámos recentemente o novo carregador EVlink Pro AC, com IP55 IK10 – em conformidade com a nova regulamentação –, o que o torna perfeito para instalações interiores e exteriores. O Pro AC permite reduzir custos graças à integração do diferencial específico para carregadores elétricos e o medidor MID. Integra um leitor de cartões RFID e NFC, que permite o acesso com diferentes utilizadores e possibilita o pagamento através do smartphone.

Continuaremos a nossa viagem rumo a um futuro de emissões zero com soluções de Mobilidade eficientes e sustentáveis para casas, edifícios e frotas.

Tags: , , , , ,

Adicione um comentário

Todos os campos são obrigatórios.