Residencial

Apagões “mais frequentes e graves” exigem energia residencial ininterrupta

Os apagões não são novidade nas áreas residenciais, mas há evidências que sugerem que estão a tornar-se mais frequentes e graves, levando os proprietários, bem como os eletricistas, a tomar medidas para implementar sistemas de energia ininterrupta para proteger dispositivos, aparelhos e sistemas críticos.

O mundo testemunhou alguns apagões épicos num passado, não muito distante. Cerca de 50 milhões de pessoas ficaram sem energia no apagão de agosto de 2003, que atingiu o nordeste dos EUA e Ontário, Canadá.

A causa foi determinada como um bug de software numa sala de controlo do Ohio, de acordo com uma história na New Scientist.

Mas esse não foi nada comparado com um apagão na Índia em 2012 que afetou cerca de 670 milhões de pessoas, “ou cerca de 10 % da população mundial”, como disse o The New York Times.

Mais recentemente, a Venezuela sofreu uma série de apagões, incluindo um que durou mais de 5 dias. O responsável parece ser um incêndio perto de uma importante central elétrica, mas outros atribuem as responsabilidades a anos de negligência governamental da infraestrutura de energia.

Na Austrália, a cidade de Adelaide experienciou um apagão no início deste ano, durante um dos dias mais quentes já registados. Nesse caso, a causa foram fusíveis queimados.

Redes frágeis, alterações climáticas e redes sobrecarregadas = mais apagões

Estes incidentes apontam a vulnerabilidade das redes elétricas em todo o mundo. Como indica a história na New Scientist: “A rede norte-americana, por exemplo, é sem dúvida a maior máquina do mundo, mas está altamente fragmentada. Atravessa fronteiras e zonas regulatórias e não é detida por um proprietário ou gestor único. Suporta mais de 3100 empresas de serviços básicos.

Outras redes à escala continental têm fraquezas semelhantes… Isto diz algo sobre uma nação quando esta pode ser paralisada por duas árvores caídas fora das suas fronteiras.”

A história da New Scientist prevê que os apagões “simplesmente se tornarão mais frequentes e graves.”

As alterações climáticas também têm influência na questão. “Prevê-se que as alterações climáticas aumentem a incidência e a gravidade das condições climatéricas extremas, colocando a integridade estrutural da infraestrutura elétrica envelhecida da América sob maior pressão”.

Os apagões requerem uma alimentação elétrica residencial ininterrupta e fiável

De acordo com um “Uma combinação de temperaturas médias mais altas, tempestades e furacões mais destrutivos, e maior risco de incêndios florestais, acabará por piorar a exposição ao risco para Distribuidoras de Energia.”

Além de tudo isso, a procura global por energia aumentou 2,3% em 2018, o ritmo mais rápido da última década, segundo a Agência Internacional de Energia. “A eletricidade continua a posicionar-se como o «combustível» do futuro, com a procura global de eletricidade a crescer 4% em 2018 para mais de 23 000 [terawatts-hora]”, diz a AIE.

Como as UPS protegem o conforto e a segurança

Somando tudo isso, fica claro que as populações de todo mundo enfrentam a ameaça de um apagão elétrico a qualquer dia de qualquer semana.

Ao mesmo tempo, estão a instalar cada vez mais dispositivos e sistemas que dependem de energia elétrica para funcionar.

Pense em estores, portas de garagem, dispositivos eletrónicos residenciais, sistemas de segurança, bombas de água, eletrodomésticos e equipamentos médicos.

As fontes de alimentação ininterrupta de energia (UPS) podem fornecer proteção de energia.

As fontes de alimentação ininterrupta de energia (UPS) podem fornecer proteção de energia

Todas estas coisas contribuem para o conforto e segurança de uma casa e merecem proteção de energia.

Os eletricistas e empreiteiros estão numa posição privilegiada para ajudar a elucidar os seus clientes sobre como as fontes de alimentação ininterrupta de energia (UPS) podem fornecer proteção de energia com autonomia através de baterias, que manterá estes sistemas a funcionar, oferecendo conveniência e tranquilidade.

Explore as opções de UPS disponíveis para satisfazer a maioria das necessidades de energia residencial, incluindo soluções para casas inteligentes.

Se é um proprietário, inicie uma conversa com o seu eletricista sobre quais poderão ser as melhores opções para a sua situação, para se preparar para a próxima vez que a energia falhar – porque sabe que irá acontecer.

Aceder a recursos de energia ininterrupta

Os eletricistas podem visitar o website do Portal de Parceiros para aceder a informações exclusivas que os ajudarão a conquistar mais negócios em habitações residenciais.

Se ainda não está registado como um parceiro, basta clicar aqui para se juntar a nós. Encontrará todos os recursos necessários para garantir que os seus clientes estão preparados quando a energia falhar.


No Responses

Leave a Reply

  • (will not be published)