Gestão de Máquina e Processos

Tudo o que você queria saber sobre os Botões de Emergência

As normas IEC 60947-5-5 e ISO 13-850, que definem as especificações dos botões de emergência, estão evoluindo regularmente para continuarem atualizadas com as necessidades de segurança. Muitas vezes é fácil se perder nesses tópicos… Então, aqui estão algumas das últimas evoluções e perguntas frequentes:

  • Estética e Ergonomia
Botão Vermelho XB5

Este produto não deve mais ser usado em um fundo amarelo.

O padrão agora está claramente afirmando que um botão vermelho em um fundo amarelo deve ser uma parada de emergência. Isso significa que um botão padrão vermelho de retorno por mola não deve ser usado em um fundo amarelo, somente botões de parada de emergência com ação de gatilho, travamento e contatos de abertura positiva podem ser usados em tal fundo. Este produto acima não deve ser mais usado em um fundo amarelo.

A estética de um botão de parada de emergência também não deve causar confusão sobre sua atuação durante um perigo. No passado, os botões de parada de emergência girar para destravar tinham setas brancas para indicar o movimento de liberação. No entanto, essas setas brancas podem ser confundidas com um botão e não ser seguro! Portanto, setas brancas são agora proibidas. Como ainda pode ser importante indicar a direção de desbloqueio, as setas vermelhas ainda são aceitas, pois são menos visíveis e, portanto, o risco de erro é menor.

Botão Emergência XB5

Um botão de parada de emergência com setas vermelhas indicando a direção de desbloqueio.

  • Os contatos monitorados são obrigatórios? NÃO.

Os contatos monitorados são projetados especificamente para parar a máquina caso os contatos se separem dos cabeçotes/corpos, especialmente quando choques fortes são aplicados nos botões.

O padrão é afirmar que choques violentos não devem levar a parada de emergência a perder suas funções. No entanto, o padrão não está impondo uma solução técnica. Os contatos monitorados são uma dessas soluções, mas o design técnico que impede a separação de contatos ou acessórios mantendo o contato no local são outras soluções que são aceitáveis. A solução técnica é apenas uma questão de gosto e confiança entre a fabricação do produto, o fabricante do botão e o usuário final.

Botão Emergência Monitorado XB5

Um botão de emergência com contatos monitorados.

  • As guardas são proibidas? NÃO.

O padrão é reconhecer que a atuação acidental pode ser um obstáculo, portanto, as guardas não são proibidas. MAS a proteção não deve impedir que o botão de parada de emergência cumpra sua função de Segurança, o que significa que a proteção deve ativar a atuação do botão de parada de emergência pela mão do operador ou espectador. Mais exatamente pela palma da mão, um dedo não é suficiente.

Existem várias possibilidades para atender a esse requisito:

Botão Emergência Guarda XB5

As proteções telescópicas não impedem a ativação e são usadas para impedir a liberação do botão de parada de emergência.

Guarda Botão XB5

Protetores grandes com design específico estão usando a área amarela normal das placas de sinalização de parada de emergência mais comuns para dar espaço suficiente para a atuação voluntária e evitar acionamentos acidentais por partes maiores do corpo (principais culpados são braços, costas ou nádegas).

Caso queira conhecer sobre a linha de botões da Schneider Electric, líder mundial em comando e sinalização, clique aqui.

Veja o porque a Schneider Electric é líder em botões no vídeo abaixo:

Quer saber mais sobre botões? Acesse:

https://blog.se.com/br/gestao-de-maquina-e-processos/2018/06/07/a-verdade-por-tras-das-cores-dos-botoes/


No Responses

Leave a Reply

  • (will not be published)