Gestão de Edifícios

Smart Building: passo a passo da construção do edifício hospitalar do futuro

As ferramentas que viabilizam um Smart Building existem, são cada vez mais simplificadas e possibilitam um melhor gerenciamento do hospital.

A Quarta Revolução Industrial integra os meios físico, digital e biológico. Por isso, faz todo sentido que tantas mudanças na área da Saúde estejam acontecendo. Entre elas, a evolução dos edifícios hospitalares, que vêm se tornando cada vez mais inteligentes. Não apenas para comportar o enorme volume de dados gerados todos os dias por pacientes, como, também, para garantir o funcionamento integral de máquinas de última geração e de todos os pontos críticos da unidade de Saúde, como energia, por exemplo. Há diversos fatores que diferenciam um Smart Building de um edifício hospitalar comum e, também, várias vantagens do primeiro sobre o segundo.
As ferramentas que viabilizam um Smart Building existem, são cada vez mais simplificadas e acessíveis, garantindo um melhor gerenciamento do hospital, maior eficiência, produtividade e,
acima de tudo, máximo foco no cuidado ao paciente. Inteligência Artificial, Internet das Coisas, automação, integração e conectividade serão termos cada vez mais utilizados na sociedade como um todo, mas principalmente no setor da Saúde. Com este ebook, você vai conhecer a importância e os benefícios da aplicabilidade do conceito de Smart Building na arquitetura hospitalar e
entender melhor como se dá a transição de um hospital tradicional para um edifício 4.0. Também vai ver que o processo de modernização da infraestrutura pode ter diferentes caminhos e
ritmos, adaptando-se às demandas de cada instituição.

 

Confira nosso e-book sobre o assunto no site do Saúde Business

Veja também: Um exemplo de Smart Building: a nova sede da JLL na região APAC assegura a máxima satisfação dos colaboradores


No Responses

Leave a Reply

  • (will not be published)