Gestão de Edifícios

Como a digitalização de sua distribuição de energia fornece um rápido retorno do investimento

Nas duas postagens anteriores desta série, examinamos os riscos ocultos que tornam o gerenciamento de instalações elétricas tão desafiador. Também vimos como as tendências na digitalização de redes de distribuição de energia elétrica significam que você não precisa mais “trabalhar às cegas”. Dispositivos inteligentes, conectados à rede, compartilham dados com aplicativos e softwares para esclarecer riscos e revelar oportunidades para melhorar a segurança, confiabilidade, eficiência e conformidade.

Vamos dar uma olhada em como a digitalização ajuda a oferecer esses benefícios e, ao mesmo tempo, possibilita um potencial retorno do investimento – em relação ao custo da atualização de sua infraestrutura.

Otimizando a segurança

Um sistema elétrico digitalizado pode incluir sensores térmicos sem fio em locais estratégicos para detectar continuamente aumentos anormais de temperatura. Responsáveis pela operação são alertados sobre qualquer problema térmico antes que o mesmo resulte em um incêndio em ou venha a ferir alguma pessoa.

Em salas cirúrgicas hospitalares, dependentes de energia isolada, para evitar choques, sensores conectados detectam falhas de isolamento para que os eletricistas possam ser alertados imediatamente e prestem assistência o mais rápido possível.

Em caso de falta de energia, os disjuntores inteligentes fornecem informações fundamentais para aplicativos móveis, ajudando equipes de manutenção a restaurar a energia rapidamente e possibilitando até a manobra remota, a uma distância segura. Sistemas supervisórios de gestão da infraestrutura elétrica ajudam a isolar fontes de problemas, usando eventos com registro de data e hora precisos para visualizar o cronograma de eventos. Recursos avançados, como a Detecção de Direção de Distúrbio, patenteada pela Schneider Electric, ajudam a determinar rapidamente como os distúrbios se propagaram pelo sistema elétrico e se originaram dentro ou fora da instalação. Todas essas ferramentas ajudam a encontrar causas raiz mais rapidamente e a restaurar a energia mais rapidamente.

Melhorando a confiabilidade

Sua equipe pode permanecer conectada 24 horas por dia, 7 dias por semana, ao sistema de distribuição de energia, sendo alertada quando qualquer condição se desvia do normal, para que possam agir antes que ocorra uma interrupção. O monitoramento constante das tendências de carga permite o gerenciamento ativo da carga, evitando sobrecargas e interrupções, além de revelar eventual capacidade não utilizada.

Softwares inteligentes analisam continuamente a coordenação do disjuntor, gerando um alarme se for detectado algum desvio nas configurações que possa resultar em consequências indesejadas. Isso pode ajudar a maximizar o desempenho e a confiabilidade do sistema elétrico a longo prazo.

Equipamentos sensíveis precisam ser protegido contra problemas como harmônicas, sag, swell, flicker, tensões transitórias ou breves interrupções. Um sistema de distribuição de energia totalmente digitalizado ajuda a evitá-las, fornecendo detecção precoce das condições antes que elas excedam os níveis que viriam a prejudicar os equipamentos.

De modo a evitar o envelhecimento prematuro do painel elétrico em ambientes extremos, os sensores sem fio de temperatura e umidade monitoram continuamente suas condições. Caso excedam limites e durações definidas, as equipes de manutenção poderão executar atividades de manutenção necessárias para ajudar a evitar corrosões, falhas dos equipamentos e tempo de inatividade.

Plataformas analíticas baseadas em nuvem permitem que todas as condições acima sejam monitoradas e analisadas por equipes internas ou por meio de serviços de consultoria terceirizados.

Aumentando a eficiência

A medição comparativa precisa e a análise de energia verificarão se a conta da distribuidora de energia elétrica é correta, tanto da perspectiva da medição quanto do cálculo da fatura. A descoberta de erros de cobrança pode gerar um retorno significativo.

A análise da energia elétrica também pode suportar a alocação de custos para departamentos ou processos, ajudando a incentivar um comportamento eficiente, enquanto a comparação do desempenho energético entre edifícios pode identificar ineficiências e desperdícios. Desta forma, eventuais reduções de gastos podem ser validadas com precisão após o início de retrofits ou outros programas.

Um sistema de energia digitalizado também pode aumentar a economia de custos e o tempo de atividade, ajudando a gerenciar a geração e o armazenamento de energia no local. Os sistemas avançados de análise e controle de microgrids podem fornecer gerenciamento preditivo de ativos, levando em consideração condições climáticas, preços de energia e outros fatores para otimizar quando consumir, armazenar ou vender energia de volta à rede.

A digitalização permite manutenção preditiva e baseada em condições, ajudando a identificar quando o equipamento precisa de manutenção. Isso pode economizar tempo e custo, ao mesmo tempo em que detecta riscos que, de outra forma, não seriam identificados. Um exemplo é a análise da vida útil do disjuntor, integrando relatórios das condições dos disjuntores inteligentes e dados ambientais de sensores de temperatura, umidade e gás corrosivo para ajudar a fornecer uma imagem mais precisa de manutenção do disjuntor.

Para instalações que enfrentam recursos limitados ou reduzidos, a terceirização de algumas tarefas de gerenciamento de instalações pode ser uma estratégia inteligente e eficiente. A digitalização e o compartilhamento de dados são facilitadores para serviços analíticos e de consultoria por terceiros.

 

Simplificando a conformidade com normas e regulamentos

As plataformas analíticas de energia simplificam os processos de certificação de eficiência energética, bem como os relatórios de emissão de carbono para atender à conformidade regulatória. Eles também facilitam a apresentação do desempenho energético às partes interessadas ou ao público.

Para organizações como hospitais, que são obrigados a testar regularmente os sistemas de backup, algumas plataformas analíticas fornecem relatórios automatizados de conformidade, teste e manutenção do gerador, auxiliando a economizar tempo e evitar erros humanos.

É essencial garantir que a qualidade da energia atenda aos padrões de confiabilidade de seus equipamentos mais sensíveis e que seu fornecedor de energia esteja cumprindo as obrigações contratuais a esse respeito. Em um sistema de energia digitalizado, medidores de energia avançados monitoram a qualidade de energia, enquanto ferramentas analíticas de software agregam dados de conformidade de toda a instalação. As equipes podem rastrear tendências e identificar fontes de riscos, dentro ou fora da instalação.

Com toda essa conectividade, os sistemas de energia digitalizados também se tornam outra infraestrutura vulnerável a ataques cibernéticos. Muitos fornecedores de soluções agora estão aderindo às práticas rigorosas de segurança cibernética. Isso deve ser um requisito na escolha de solução.

Como você pode ver, os benefícios da digitalização da infraestrutura de distribuição elétrica em edifícios e instalações críticas são ilimitados. De fato, espera-se que o investimento incremental para a digitalização apresente um rápido retorno do investimento – normalmente em torno de 2 anos.

 

Se você está projetando algo novo ou trabalha com montagem de paineis clique aqui e descubra um espaço feito exclusivamente para seu negócio.

Artigo Original: How digitizing your critical power distribution delivers a fast and massive ROI


One Response

Leave a Reply

  • (will not be published)