Employer Branding

Trabalhar home office é prazeroso? Sim! Mas para um pai, em meio aos tempos difíceis, não é tão fácil!

Desde março estamos no desafio de trabalhar home office. Vejo muitas matérias e pessoas falando de como é mais produtivo e prazeroso trabalhar de casa, sem o estresse do trânsito ou sem a necessidade de enfrentar grandes distâncias para chegar ao trabalho.

Bom, eu também concordo que são benefícios que trazem bem estar, mas (na minha humilde opinião) está longe de que o home office é bom para todos.

O desafio do home office é particular. Temos rotinas, vidas diferentes e a mesma receita não pode ser aplicada a todos.

Quem sabe em um contexto fora dos dias de hoje, onde as aulas estejam normalizadas, eu tenha mais a percepção do prazer do home office.

Como um pequeno relato, particular, digo que, ao mesmo tempo em que trabalhar em casa está sendo uma das melhores experiências para mim, também está sendo a mais desafiadora.

O tempo precisa ser dividido entre o cuidado em entregar suas atividades e ao mesmo tempo, os cuidados com a criança.

É a reunião em que ele pede colo, ou pede para ir ao banheiro bem na hora em que você está apresentando,  a tarefa que precisa de concentração, mas ao mesmo tempo seu filho está te chamando para brincar, pois não aguenta mais ficar dentro de casa, o cachorro que já não sabe mais o que é passear porque os horários já não batem mais.

Como contornar tudo isso? Simplesmente vivendo um dia de cada vez!  Não tente ser o super-herói!

Já tentei fazer uma rotina semanal, não deu certo, uma diária então…não rolou. Uma criança de 3 anos de idade não está muito ligada à rotina.

O jeito é: dar o máximo de atenção à criança nos horários em que ela está mais ativa, e se concentrar no trabalho nos momentos em que ela está mais calma.

Outro fator importante é estar amparado pela empresa no qual você trabalha, e que seus líderes entendam este novo jeito de trabalhar.

Neste ponto, posso dizer que tenho muita sorte, pois a #SchneiderElectric, e também minha gestão, me deixam à vontade para fazer meus horários.

Como último conselho, não se cobre tanto…Há mais pessoas na mesma situação que você, e podem te apoiar compartilhando suas experiências.

 

Obrigado #SE #LifeIsOn por nos permitir passar por esta fase com todo suporte e apoio.


No Responses

Leave a Reply

  • (will not be published)