Employer Branding

O Diverso é Belo, Incluir para Transformar

A beleza da Diversidade está em ser quem você é, contribuir com o seu pensamento para a construção de um projeto, de uma jornada, de uma sociedade.

Quem dera todas as pessoas fossem livres de suas amarras, sem medo de ser julgado, sem receio de simplesmente Ser. E para quem não acredita que esse medo ou receio existe, basta refletir um pouco sobre as oportunidades de previlégio que a vida lhe propocionou.

Privilégio existe quando as pessaos não possuem as mesmas possibilidades ou vantagens. Alguns privilégios são adquiridos por habilidades desenvolvidas, capacidade ou esforço pessoal, como por exemplo, estudar para passar no vestibular ou em um concurso para conseguir um emprego.

Também existem privilégios que não estão relacionados as nossas habilidades individuais. As pessoas que tiveram acesso a um bom ensino durante a infância, por exemplo, ou que não precisou trabalhar cedo para ajudar no sustento de sua família, terá mais facilidades para passar no vestibular e conseguir um emprego melhor do que quem cresceu em uma familia com condições menos favorecidas.

E os privilégios podem ser inúmeros…

Quando que raça foi um problema para você? Se esta é uma pergunta difícil de responder é porque provavelmente você é branco. O oposto disto é quando, diante desta pergunta, há tantas experiências vividas e quantas histórias de exclusão dos negros na sociedade.

A população LGBTI+ teoricamente tem os mesmos direitos que todos os cidadãos, mas enfrentam, constatemente situações de injustiças por pessoas que acreditam que elas não deveriam ser como são. A exemplo disso, o Brasil é o país que lidera o ranking mundial de assassinatos de transexuais, segundo a ONG Transgender Europe. E esses são apenas alguns exemplos entre tantos.

Falar de privilégio é menos sobre culpa e mais sobre responsabilidades. Se eu cheguei até aqui, como posso apoiar as pessoas que ainda não chegaram?

Entender de onde partimos nos traz a visão do nosso lugar de fala que pode nos orientar a ver o mundo sem os vieses ou generalizações indevidas. Abrir a escuta para as pessoas falarem sobre as suas experiências de vida, pra quem vive e sente a dor do preconceito,  é dar espaço ao lugar de fala, essas experiências não estão em nenhum livro e sim no sentimento que a pessoa carrega com ela.

Na Schneider este ano, criamos os grupos “SE Incluser” para dar voz aos grupos de diversidade, conheça mais neste link aqui e em breve vocês vão conhecer diversas histórias de nossas #SEGreatPeople em cada um desses pilares.

Trabalhar a Diversidade e Inclusão dentro das empresas, não significa apenas ter times diversos, mas sim valorizar o conjunto de características que nos tornam únicos e saber tirar o melhor proveito dessas diferenças para um objetivo comum.

E o segredo para tirar o melhor proveito da Diversidade é Ser Flexivel, flexibilidade para mudanças, para amar, para respeitar, para viver. Somos os agentes das nossas próprias mudanças e a maior limitação é aquela que está na nossa mente.

Saiba mais:

https://www.youtube.com/watch?v=bffEFMXH6FM – Djamila Ribeiro: “lugar de fala não é impedir alguém de falar é dizer que outra voz precisa falar”

https://www.youtube.com/watch?v=mVrTgPcIUgw – lugar de fala x lugar de cala: quando o silência é respeito ou omissão ao racismo ? | Papo rápido

https://papodehomem.com.br/criminalizacao-da-homofobia-privilegio-ou-direitos-iguais/- O que é “garantir direitos iguais” e o que é “dar privilégio”?


No Responses

Leave a Reply

  • (will not be published)