Data Center

Razões pelas quais os custos dos projetos de modernização do data center são agora mais fáceis de justificar

No mercado volátil de hoje, a modernização do data center emergiu como um fator de sucesso crítico e competitivo e, se executado corretamente, uma peça crítica de uma estratégia contínua para atender melhor os clientes.

No entanto, a modernização tem um custo e os riscos e as recompensas necessitam de ser equilibradas com os orçamentos disponíveis. A escala de risco depende não apenas do estado do equipamento, mas também dos recursos humanos disponíveis para dar apoio a esse equipamento.

Quanto menos atenção é dada ao equipamento, mais será necessário investir na preparação e formação das equipas de apoio em procedimentos operacionais de emergência, de forma que os efeitos negativos das interrupções não planeadas possam ser minimizados.

O data center deve ser modificado para acomodar os objetivos de negócios em evolução de uma organização. Numa instalação de data center obsoleta, os problemas comuns que precisam de ser resolvidos incluem a falta de espaço, arrefecimento dispendioso/ineficiente ou uma infraestrutura de energia que não é flexível o suficiente para acomodar o crescimento rápido.

Além disso, os sistemas de infraestrutura precisam de ser avaliados para determinar se os custos de manutenção são muito altos ou se os sistemas antiquados estão a ameaçar a fiabilidade das operações do data center.

A rapidez de acesso aos dados e de ligação surgiu como um elemento crítico de apoio à nova onda de dispositivos móveis

A rapidez de acesso aos dados e de ligação surgiu como um elemento crítico de apoio à nova onda de dispositivos móveis.

Razões para a modernização do data center

A modernização do data center pode resultar em custos mais baixos e melhor o desempenho do data center. Abaixo estão algumas das principais razões para procurar uma estratégia de modernização pró-ativa:

1. A modernização já não implica a compra de um sistema maior

Para a maioria das partes interessadas do data center, a modernização, tradicionalmente, significa substituir os sistemas existentes por sistemas iguais ou maiores a um custo mais alto. No entanto, esta “fórmula” já não é tão comum como costumava ser.

As tendências do setor, como virtualização, consolidação e cloud computing, reduziram consideravelmente o volume dos sistemas locais necessários para administrar os negócios.

Além disso, o novo equipamento que substitui o antigo costuma ser muito mais pequeno. Portanto, “mais” agora pode significar “menos” (mais capacidade num espaço mais pequeno). A redundância de hardware também não é tão predominante porque a opção de redundância de software alternativo por meio da cloud já é possível.

2. Agilidade melhorada do data center

A rapidez de acesso aos dados e de ligação surgiu como um elemento crítico de apoio à nova onda de dispositivos móveis e de Internet das Coisas (IoT) em todo o mundo.

Acomodar essas tendências requer uma mudança radical de pensamento. Os ativos do data center precisam de ser implantados com agilidade para apoiar os negócios. Conforme as tendências e os mercados aumentam e diminuem, uma infraestrutura física de data center moderno requer flexibilidade e ligação constante.

Inovações como data centers pré-fabricados e micro data centers são concebidas com a flexibilidade em mente. Uma vez que tantas aplicações migraram para a cloud, a tecnologia deixada para trás em “edge” torna-se o ponto de ligação crítico para os clientes locais.

As infraestruturas de edge de potência, arrefecimento, segurança e monitorização tornam-se uma parte importante da equação da agilidade do data center.

Aumente a resiliência e a transparência através de pessoal de assistência 24/7.

3. Custos operacionais e de manutenção mais baixos

A modernização da infraestrutura física do data center pode ter um grande impacto na redução do OPEX. UPS mais antigas, por exemplo, apresentam frequentemente uma eficiência de cerca de 90%.

As UPS mais novas variam de 96 a 99% em matéria de eficiência (as eficiências mais altas ocorrem quando a UPS está a funcionar no modo de e-conversão). Eficiências mais baixas traduzem-se em custos de energia mais altos.

Ao comparar uma UPS moderna (com eficiência de 96%) com o mesmo perfil de carga de uma UPS obsoleta (com eficiência de 88%), num período de 10 anos, o custo das perdas é de quase mais 400 mil de dólares para uma UPS mais antiga.

Além disso, as UPS mais novas são concebidas para funcionar com muito mais eficiência com cargas mais baixas. UPS mais antigas são altamente ineficientes ao suportar cargas de 50% ou menos.

4. Reduza o tempo médio de reparação

Serviço de monitorização capacitado para cloud para o seu equipamento crítico. Aumente a resiliência e a transparência através de pessoal de assistência 24/7 equipado com dados do dispositivo em tempo real para resolução de problemas rápida e envio imediato.

Com apenas um toque, a aplicação EcoStruxure IT oferece acesso aos seus dispositivos, acompanhamento de incidentes e colaboração em chat online, mantendo-o em contacto com a Schneider Electric e com a sua equipa para uma resolução mais rápida.

Está pronto pra dar o próximo passo?

A partir de uma perspetiva de serviço e assistência, as infraestruturas modernizadas também reduzem o risco de tempo de inatividade.

As garantias, a disponibilidade de peças sobressalentes e os grandes conjuntos de competências de apoio técnico ajudam a reduzir os custos decorrentes do tempo de inatividade e a fornecer à equipa de apoio uma maior tranquilidade.

Para saber mais sobre as práticas recomendadas de modernização de data center, transfira o e-book da Schneider Electric, “Modernize or Outsource: Evaluating the Options for your Data Center”.


No Responses

Leave a Reply

  • (will not be published)