Data Center

Data Centers Industriais de Ponta Exigem Gabinetes de TI Específicos

A maioria das empresas no espaço industrial e de consumo está passando por uma transformação digital, pelo menos até certo ponto, à medida que procuram ganhar eficiência e oportunidades de negócios com as tecnologias IIoT (Industrial Internet of Things – Internet Industrial das Coisas), AI (artificial intelligence – inteligência artificial), ML (machine learning – aprendizado de máquina) e muito mais.

Nesse processo, elas estão descobrindo que precisam de mais poder de computação não apenas em data centers (centros de processamento de dados) centralizados, mas em uma miríade de locais distribuídos, criando a necessidade de data centers industriais de ponta.

Enquanto um ou dois servidores e alguns switches de rede seriam suficientes para atender às necessidades computacionais locais em uma loja de varejo, fábrica, armazém ou instalação de saúde, a tendência em direção à transformação digital muda a equação.

Os sensores e dispositivos IIoT geram enormes quantidades de dados que devem ser processados em tempo real (ou quase) por AI/ML e outras aplicações a fim de gerar valor comercial. Em muitos casos, isso inclui aplicações voltadas para o cliente destinadas a impulsionar interações e vendas.

Todas estas tendências estão impulsionando a necessidade de mais poder computacional local em lugares distribuídos, incluindo uma poderosa infraestrutura hiperconvertida que combina servidor, armazenamento e rede em um único gabinete. Devido à sua natureza em tempo real e necessidade de baixa latência, tais aplicações emergentes não podem contar com infraestrutura remota baseada em nuvem.

Proteção de equipamentos de TI na ponta industrial

À medida que aumenta a demanda por poder computacional, aumenta também a necessidade de proteger adequadamente esta infraestrutura de TI distribuída. Como suporta aplicações críticas para o negócio, ela deve ser protegida da mesma forma que os data centers centralizados em termos de segurança física, proteção de energia, refrigeração e muito mais.

É um desafio particular nos edifícios comerciais e industriais onde o espaço tradicional de armários de fiação não está disponível. Em vez disso, o equipamento de TI pode ter que ficar nos mesmos espaços onde os funcionários estão trabalhando e talvez até mesmo onde os clientes estão.

Em muitos casos, estes espaços apresentam desafios ambientais, incluindo calor excessivo, frio, vibração ou poeira. Em outros, como um restaurante, o equipamento tem que ser protegido contra acesso não autorizado por funcionários ou outros que podem não entender completamente sua importância.

Considere os restaurantes de fast food, por exemplo, que estão implementando cada vez mais quiosques digitais para permitir que os clientes façam pedidos sem o envolvimento do caixa. Esses quiosques abrigam computadores e equipamentos de rede que devem ser protegidos contra interrupções intencionais ou inadvertidas por clientes e funcionários, bem como contra interrupções de energia que podem levá-los a ficar fora do ar.

Além disso, eles precisam de conexões confiáveis com dispositivos de computação de ponta adicionais, provavelmente localizados em um lugar de retaguarda, que aceitem e processem os pedidos dos clientes.

As instalações de fabricação apresentam outros desafios, incluindo vibrações e poeira potencialmente significativas e, talvez, frio ou calor extremos. Os equipamentos de computação de ponta nesses locais devem ser fisicamente protegidos contra tais elementos, enquanto, como o exemplo do varejo, protegidos contra acesso não autorizado e equipados com proteção de energia.

Gabinetes construídos especialmente para a ponta industrial

Estes não são desafios intransponíveis, de forma alguma. Muitas organizações estão recorrendo a soluções novas e inovadoras que oferecem resiliência semelhante à de um data center em instalações industriais de ponta. Entre essas soluções estão os micro data centers, que estão evoluindo para atenderem a este desafio, particularmente para aplicações comerciais e industriais onde a segurança e os ambientes hostis podem ser um desafio.

Por exemplo, o Suporte de Parede 6U da Schneider Electric permite que servidores de ponta pesados, equipamentos de rede e UPSs sejam montados com segurança em uma parede, economizando espaço valioso no chão.

Ele tem um formato simples, semelhante a um painel elétrico, que o torna menos visível em comparação com as soluções de rack padrão baseadas no piso. Ele oferece segurança física, proteção e distribuição de energia elétrica e pode ser monitorado remotamente. Seu filtro de poeira integrado e ventilação por ventilador o tornam ideal para ambientes industriais leves.

Em resumo, o Suporte de Parede 6U é outra opção para permitir que clientes comerciais e industriais apoiem operações comerciais críticas em ambientes que não sejam de TI e promovam seus esforços de transformação digital.

Para saber mais, confira este pequeno vídeo onde o orientei pela unidade para que você possa ver por si mesmo. Você também pode visitar nossa página 6U Wall Mount EcoStruxure Micro Data Center.

 


No Responses

Leave a Reply

  • (will not be published)