Arquitetura

Conheça 3 tipos de ralos que não aparecem

Há tantos detalhes para prestar atenção em uma construção que, se você não tomar alguns cuidados, pode se ver diante de surpresas desagradáveis. Além de comprometer o orçamento e atrasar o projeto, isso pode obrigar o seu cliente a tomar decisões que nem sempre são as melhores para as necessidades dele. É o caso dos diferentes tipos de ralos e sua importância para o sistema hidráulico de qualquer imóvel.

Entender como eles funcionam e saber quais são os melhores para cada área da casa é fundamental para que a drenagem funcione corretamente. Fazer a escolha certa impedirá que gases com odores desagradáveis invadam os ambientes, fazendo com que seja necessária uma reforma para a troca.

Neste artigo, vamos explicar quais são os tipos de ralos, quais cuidados devem ser tomados em sua instalação, entre outros aspectos importantes sobre o assunto. Leia com atenção!

O que são e como funcionam os diferentes tipos de ralos?

O ralo é o item da construção que liga os canos do imóvel à rede coletora de esgoto da cidade. Normalmente, as aberturas são encontradas nas cozinhas, nas áreas de serviço e nos banheiros, mas há muitos imóveis que têm ralos nas varandas, nos terraços e nos quintais.

Os principais tipos de ralo são o sifonado e o seco, que têm funções distintas e não devem ser confundidos no momento da elaboração do seu projeto hidráulico. Isso porque se a escolha não for feita devidamente, poderá haver problemas na ligação com a rede, infiltrações, mau cheiro ou represamento da água, impedindo que ela escoe.

Quais são os principais tipos de ralos existentes?

Podemos diferenciar três tipos de ralos, conforme a sua função. Veja quais são eles abaixo!

Ralo sifonado

O ralo sifonado é o mais indicado para impedir que o mau cheiro causado pelos gases que se formam nas tubulações retorne para o ambiente em que ele foi instalado. Ele funciona como o sifão que usamos nas pias de cozinha: deve formar uma curva, onde uma pequena quantidade de água fica parada, servindo como barreira contra o odor.

Ralo seco

Normalmente é usado no box do banheiro ou no chão da cozinha, da varanda ou do quintal. Isso porque não há a presença do sifão, permitindo, assim, que os gases do esgoto retornem ao ambiente.

Ralo linear

O ralo linear é adequado para os ambientes maiores, mas também pode ser usado no box do banheiro. No entanto, é preciso que haja rebaixamento adequado no piso para que ele funcione adequadamente. Só não confunda o ralo linear (que tem ligação com a caixa sifonada) com as grelhas usadas em pisos de áreas externas para captação da água da chuva.

Por que é tão importante ter atenção na escolha do ralo?

Raramente as pessoas optam por trocar um ralo sifonado pelo seco. Mas se o contrário for necessário, você terá que quebrar o piso em que o ralo seco foi instalado para aplicar o sifonado, uma obra que pode causar transtornos e prejuízo.

É importante lembrar que vale a pena a substituição se o imóvel tiver o ralo seco em ambientes onde o odor de esgoto estiver sendo liberado. Por isso, é fundamental que os modelos sejam escolhidos ainda na fase de projeto da reforma ou construção.

Que cuidados você deve ter na instalação do ralo?

O ideal é que a instalação dos ralos seja feita por uma equipe especializada, mas você deve acompanhar o projeto de perto para que não corra o risco de ter problemas depois de tudo pronto. Verifique, por exemplo, se as juntas e conexões estão bem fixadas para que não haja vazamentos.

Além disso, o piso deve ter o caimento adequado para que a água escoe corretamente. Nas reformas, é preciso uma atenção maior: normalmente, com a troca de pisos, o ralo costuma ficar mais alto, obrigando o pedreiro a emedar o seu tubo. Cheque, nesse caso, se foi feita a impermeabilização dessa emenda.

Atenção à tampa

Alguns ralos têm a tampa furada para que a água passe livremente por ela. Outros têm a chamada tampa cega, que deve ser aberta e fechada conforme o uso. Não se esqueça de que esse item serve para filtrar sujeiras maiores e fios de cabelo, deixando a tubulação desobstruída, além de ser importante para evitar que baratas e ratos acessem o imóvel pelos canos.

Localização e instalação

Tanto na construção quanto na reforma, é imprescindível ter atenção ao local em que o ralo será instalado, pois ele deve ficar em um lugar onde a água possa chegar até ele sem obstruções. Além disso, o piso precisa ter a caída voltada para o ralo. Se o ambiente for muito grande e usar revestimentos mais largos, prefira o uso do modelo linear.

Verifique, durante a obra, se o entorno do ralo foi vedado corretamente e se não há frestas no rejunte. Para garantir o fechamento adequado, você pode pedir ao pedreiro que use silicone em volta da abertura. Já a impermeabilização do piso deve ser feita durante a fase de construção ou troca do revestimento.

Quais são os 3 ralos mais discretos para o seu imóvel?

Muitas vezes, as pessoas querem instalar os ralos em lugares mais escondidos porque eles podem atrapalhar a estética do ambiente. Mas essa talvez não seja a melhor solução, pois a água deve chegar à abertura sem obstruções. Para resolver a questão, é possível escolher tipos de ralos mais discretos.

Os mais conhecidos são aqueles redondos, que podem ser de inox ou de plástico — esses são, justamente, o que as pessoas menos gostam, pois chamam muita atenção no piso. Confira outros modelos abaixo.

1. Ralo tipo clic

O ralo quadrado do tipo clic é muito usado quando a intenção é um visual mais discreto. Ele costuma ser de inox e tem o que é chamado de tampa cega, ou seja, que abre quando é pressionada pelo pé do usuário. Assim, a água escoa e ele pode ser fechado novamente.

2. Ralos com recortes desenhados

O mercado já entendeu que aqueles ralos com furinhos não agradam mais as pessoas que têm o gosto refinado. Por isso, já existem alguns modelos em que o recorte das aberturas tem desenhos diferentes, imitando folhas ou outros padrões que podem dar certo charme à peça.

3. Ralos coloridos

Uma alternativa para os ambientes com ar mais moderno é procurar os ralos com tampa colorida. Eles geralmente são feitos em ABS e, normalmente, funcionam como o modelo tipo clic, podendo ser abertos e fechados conforme o uso.

Conhecer bem os tipos de ralos ajudará você a planejar melhor os seus projetos, reduzindo os riscos de ser necessário realizar uma troca no futuro. Assim, você oferece as melhores opções para os seus clientes e garante o sucesso da obra.

Quer mais informações interessantes para fazer as melhores escolhas de materiais para os seus projetos? Que tal conferir nosso post com 3 formas de utilizar interruptores de luz como objeto de decoração? Vamos lá!


No Responses

Leave a Reply

  • (will not be published)