Arquitetura

Arquitetura de interiores: saiba como criar projetos exclusivos

No mercado da Arquitetura de interiores, é fundamental se destacar para ter sempre muitos clientes. Para que isso seja possível, nada melhor que apresentar projetos exclusivos, com um design realmente diferenciado. Mas e se faltarem ideias? E se o tão famoso (e temido) bloqueio criativo resolver aparecer? Como conseguir um traço autoral e, assim, projetar ideias exclusivas para construir uma carreira de sucesso?

Para responder a esses questionamentos, selecionamos aqui algumas dicas valiosas para nortear seu caminho profissional. Continue lendo para descobrir quais passos seguir!

Descubra seu traço pessoal

Apesar de hoje dizermos que o perfil do profissional de Arquitetura de interiores está ligado ao que o cliente necessita, é essencial criar uma identidade própria para se destacar no mercado. Mas como reconhecer seu perfil de trabalho diante de tantas tendências, informações e aspectos culturais diferentes? A saída é identificar, em primeiro lugar, aquela área em que você apresenta mais aptidão para atuar. Seria paisagismo, projetos arquitetônicos, gerenciamento de obras?

Com uma especialidade mais delineada, por mais que seja importante oferecer a cada cliente o que ele realmente espera, vale tentar seguir aqueles estilos com que você se sente mais à vontade para trabalhar — pelo menos no início. Seu traço autoral certamente virá da experiência em sempre adicionar alguns detalhes aos projetos, como se fossem sua assinatura.

Tenha em mente que por mais que o cliente de hoje chegue mais preparado e informado, ele nem sempre busca por um estilo específico, mas sim por um padrão de qualidade. É mais que possível, então, apresentar seu traço pessoal em projetos do clássico ao contemporâneo, de forma exclusiva, sem cair na padronização tanto do mercado quanto do seu próprio estilo pessoal!

Entenda o perfil do cliente

Um fator que ajuda bastante na criação de projetos diferenciados é compreender a fundo cada cliente. Justamente aqui, aliás, é que está o grande segredo de um projeto exclusivo, aquele preparado especial e unicamente para o consumidor do seu trabalho. Afinal de contas, se a pessoa escolhe contratar você é porque quer exclusividade, não é mesmo? Para isso, é preciso ouvir.

Por meio de uma conversa, que funciona como um briefing para dar o pontapé inicial no projeto, você já consegue captar muitos gostos pessoais e desejos do cliente. Mas não pare em um bate-papo! É importante manter esse contato, a fim de aprimorar as ideias até chegar a um consenso sobre a obra. Ao longo das etapas, tudo vai tomando o rumo certo. Assim, você entenderá qual deve ser o estilo predominante e em quais partes é possível imprimir seu traço pessoal sem prejudicar o cunho exclusivo do projeto.

Há clientes que adoram incluir peças de design, por exemplo, enquanto outros preferem mais personalização. Seu papel é obter informações suficientes para montar esse quebra-cabeça de preferências e, a partir daí, entregar uma proposta única.

Pesquise constantemente

Um bom projeto é aquele que deixa o cliente satisfeito com o resultado. É preciso entender o quanto antes que a excelência e a exclusividade na Arquitetura de interiores estão justamente na satisfação do cliente e não no seu gosto pessoal enquanto arquiteto. Na prática, alguns profissionais impõem demais suas preferências, fazendo com que o projeto peque por fugir do real desejo de quem o contratou.

Para continuar usando seu traço autoral sem cair nesse erro, é interessante estar sempre em busca de novidades. Pesquise bastante, participe de feiras, seminários e workshops, viaje e faça muito networking! Quanto mais você compreender o mercado atual, mais vai se aproximar do que cada cliente deseja.

Pense no custo-benefício

O excesso está fora de moda. Principalmente pela questão da veia sustentável que hoje bombeia o coração dos projetos arquitetônicos, é cada vez mais importante falar de otimização de recursos. Lembre-se de que a exclusividade também mora na forma como você consegue aliar qualidade a custo-benefício.

Com toda a variedade existente de produtos ecologicamente corretos, fornecedores e tecnologias, é mais que possível criar projetos criativos e únicos para cada um de seus clientes. Isso porque o Design de Interiores vai além do visual! Então aposte na funcionalidade e invista em propostas coerentes com a realidade do planeta. Energia solar, captação de água da chuva e sistemas de iluminação e ventilação inteligentes são boas opções.

Busque inspirações

Essa dica está atrelada a outra que já demos por aqui, quando falamos sobre a necessidade de pesquisar constantemente. Nesse caso, no entanto, em vez de se preocupar mais com o que o público anda querendo, você vai buscar inspirações pessoais e referências para seu trabalho, desde obras específicas até traços marcantes de profissionais da área que você julgar interessantes.

Vale ressaltar que se inspirar é completamente diferente de copiar, ok? É possível usar a pesquisa para abrir seu campo de visão sem necessidade de plagiar qualquer trabalho. Aliás, para quem almeja criar projetos cada vez mais exclusivos, essa ideia está totalmente fora de cogitação. É fácil entender que cópia não tem nada a ver com o processo criativo, certo? Isso sem falar que plágio é considerado crime.

De uma maneira ou de outra, todo arquiteto consegue criar sua identidade. E ela vai sendo aperfeiçoada com o tempo! No início, é normal abraçar vários estilos e possibilidades, além de se inspirar em referências e fazer experimentações. Depois de adquirir certa experiência, seu perfil se fixa naturalmente.

A grande verdade é que a exclusividade está ligada às demandas de cada cliente. Se você cria vários projetos com uma única identidade, eles deixam de ser exclusivos. Então procure sempre entregar aquilo que está realmente dentro das necessidades e dos gostos de quem contrata seu trabalho. Seu bom gosto e sua experiência darão o toque final junto à qualidade atrelada a cada detalhe.

Mesmo que você trabalhe com diferentes estilos de decoração e com vários perfis de pessoas de universos completamente distintos, o design exclusivo surgirá.

Para a Arquitetura de interiores, nada melhor que a experiência. O tempo fará com que você atenda melhor a clientela, equilibrando seu traço autoral com os gostos individuais de cada um. Chegou alguém com ideias prontas até você? Respire fundo, analise a proposta e trabalhe até oferecer uma solução com design completamente personalizado!

Depois de passar por todas as dicas deste post, você certamente já consegue enxergar a Arquitetura de interiores como um campo vasto para o design se aflorar com vários projetos exclusivos, não é verdade? Contudo, se ainda ficou alguma dúvida ou se quer continuar essa conversa, basta deixar um comentário! Participe!


No Responses

Leave a Reply

  • (will not be published)